Castração e Esterilização em Coelhos


A castração e esterilização são procedimentos cirúrgicos que previnem machos e fêmeas, respetivamente, de se reproduzirem.

No caso das fêmeas o procedimento correcto denomina-se por ovariohisterectomia, que consiste remover cirurgicamente os ovários e o útero.

No caso dos machos denomina-se orquiectomia, que consiste na remoção cirurgica de ambos os testículos.

Vantagens

A castração e esterilização tem inúmeras vantagens, tais como:

  • Evitar cruzamentos entre coelhos e posteriormente ninhadas indesejadas. Note-se que os coelhos são animais que se reproduzem muito facilmente originando ninhadas proliferas, tornando o seu abandono muito frequente.
  • Prevenir o aparecimento de tumores. As coelhas são muito propícias ao desenvolvimento de tumores mamários, ovarianos e uterinos. Se desenvolverem especialmente numa idade mais tardia são tratadas como carácter urgente e uma cirurgia de urgência acarreta sempre riscos mais elevados, sobretudo à medida que em idades mais avançadas. Apesar de menos comum, os machos também podem desenvolver tumores prostáticos.
  • Evitar marcações indesejadas. Quando atingem a puberdade, por volta dos 4 a 6 meses, os coelhos começam a marcar território, sendo por marcação de urina ou por fezes. A marcação pode levar a situações desagradáveis pois os coelhos tanto podem marcar o seu espaço como o dos tutores - seja almofadas, sofás, camas ou os próprios tutores, levando-os muitas vezes a procurarem na castração uma solução para este problema.
  • Evitar agressividade e comportamentos indesejados. Coelhos castrados e coelhas esterilizadas são menos propícios a comportamentos destrutivos (roer, escavar) e menos agressivos (circling, morder e grunhir), sendo normalmente mais dependentes e amorosos com os tutores, outros animais, pessoas estranhas e com outros coelhos.
  • Facilitar o bonding entre coelhos. Os coelhos são animais muito sociáveis e desfrutam da companhia de outros coelhos. No entanto, se qualquer um dos coelhos não tiver esterilizado ou castrado, sendo do mesmo ou diferente sexo, tornar-se-á quase impossível o bonding e o convívio entre eles devido aos comportamentos sexuais e agressivos provocado pelas hormonas.
Qual é a melhor altura para proceder à castração / esterilização?

A castração de coelhos machos é recomendada quando os testículos descerem e o coelho manifestar sintomas hormonais, tais como mencionados acima. Nas fêmeas a cirurgia é aconselhada a partir dos 6 meses de idade.

Um coelho nunca é velho de mais para uma cirurgia, contudo vários factores podem aumentar o risco de uma cirurgia tardia, tal como o tipo de anestesia usada, problemas de saúde existentes e se se tratar de uma cirurgia de carácter urgente.

Aconselho sempre que estes procedimentos sejam feitos por um veterinário especializado em exóticos ou um veterinário de confiança.

É também importante marcar uma consulta pré-cirúrgica para uma check-up geral e discutir todas as dúvidas sobre o procedimento. Há veterinários que podem pedir análises pré-cirúrgicas. Para evitar complicações não faça mudanças na alimentação antes da cirurgia e não retire a água nem a comida antes do procedimento.

Após a cirurgia siga as recomendações do seu veterinário.

A esterilização e a castração tem muito poucas desvantagens ou quase nenhumas.

Aconselho sempre o procedimento cirúrgico para uma vida mais longa, saudável e sem stresses hormonais.

Publicado por William


Deixe um comentário